A revista Acentuados pretende ser um espaço real, e não virtual de comunicação, de construção de identidade, de desenvolvimento pessoal e artístico e por que não, de entretenimento e informação para nossa grande comunidade brasileira em Bruxelas. 

Acentuados? Sim, porque nós como estrangeiros temos nosso acento, nosso sotaque. Mas não nos referimos só a maneira peculiar de falar, mas à nossa maneira de fazer as coisas. Estamos entre dois mundos. Tanto para belgas como para nossos compatriotas no Brasil já somos diferentes. Temos um pouquinho de cada país. Temos acento daqui lá, e de lá aqui. É nossa riqueza, e isso é o que nossa revista vai explorar: nosso jeito de sermos acentuados, nossa riqueza cultural na Bélgica, nossa pluralidade como povo e como comunidade.